Anatoli

Anatoli

domingo, 30 de novembro de 2014

A ARMADILHA DA MISERICÓRDIA




Por meio de jogos de linguagem, o mundo tem pintado a Igreja como intolerante, por não acolher as chamadas “novas famílias”. Só cedendo à sua mentalidade relativista é que os católicos aprenderiam o que é misericórdia. Mas, será que as coisas não estão de cabeça para baixo? Não é estranho que, em um passe de mágica, o mundo pareça mais misericordioso que a Igreja?
Quem olha para o Ocidente percebe que ele está “engessado”: existem balizas que dizem claramente o que é e o que não é. Trata-se da ordem natural que Deus imprimiu na estrutura da própria realidade. O mundo tem um Criador e Ele colocou uma lógica (um logos) nessa Criação, lógica à qual o homem nada pode senão obedecer, como indica São Pedro: “É preciso obedecer a Deus antes que aos homens” [1].
Nosso Senhor ensinou os cristãos a dar “a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus” [2]. O governo tem o poder de organizar a sociedade, mas não o de refazer a realidade. Assim como os olhos têm a função de ver, os ouvidos, a de escutar, e a boca, a de comer, os órgãos sexuais não são áreas de lazer, mas têm uma função: gerar a vida. Se uma pessoa começasse a alimentar-se indevidamente, qualquer médico a advertiria por estar fazendo mau uso de seu aparelho digestivo e, se um médico decidisse receitar veneno a essa pessoa, alegando romper com a medicina “tradicional”, essa pessoa certamente não aceitaria a sua medicina “alternativa”. Do mesmo modo, quem pede à Igreja que aceite as chamadas “novas famílias” quer que ela venda às pessoas veneno, sob a capa da misericórdia.
Mas, por que distorcer assim a palavra “misericórdia”? Porque, no processo para implantar o governo mundial, os cristãos são um grande entrave. Os globalistas querem, por exemplo, refazer a estrutura social, começando por sua célula-base, a família. Mas, como podem ir adiante se os cristãos acham que existe apenas um tipo de família – homem e mulher, que se unem, com papéis bem específicos, para gerar e formar vidas? Como podem ir adiante se os cristãos ensinam que esta realidade está inscrita na própria lei da Criação, como Jesus ensinou: “Moisés permitiu despedir a mulher, por causa da dureza do vosso coração. Mas não foi assim desde o princípio” [3]?
De fato, ao ensinar às pessoas que existe uma ordem natural e que nenhum governo tem poder para alterá-la, a Igreja Católica atrapalha o projeto de poder mundial. Por isso, ao invés de matarem os cristãos, como faziam em outras épocas, os globalistas tentam inocular um vírus nessa instituição, transformando e redefinindo os valores mais prezados por ela. Graças aos seus jogos de linguagem, então, a ordem da Criação torna-se opressiva e intolerante e a misericórdia de verdade significa “fazer o que se quer”. Ora, o nome disto é “ditadura do relativismo”, e foi condenado por um senhor chamado Joseph Ratzinger [4], durante a abertura do conclave em que ele seria eleito Papa, em 2005.
Com essa “ditadura do relativismo”, a ordem natural cai por terra e os homens se tornam, eles mesmos, deuses, “para além do bem e do mal”. Com a Igreja colocada para dormir, eles detêm o poder total e podem definir livremente como deve ser a família e como deve ser a sociedade. Por ora, sua linguagem é untuosa e cheia de tolerância, mas, quando eles assumem o poder, seus atos denunciam sua verdadeira identidade.
Basta olhar para os regimes comunistas do século XX. Mao Tsé-Tung, Lênin, Stálin e Fidel Castro mataram muito mais homossexuais que qualquer outro governo do mundo. E, no entanto, as mesmas pessoas que se dizem defensoras dos gays apoiam e financiam o socialismo, sem nenhum pudor. Sua boca é untuosa para defender os homossexuais, mas suas mãos estão sujas de sangue, porque são cúmplices das maiores carnificinas contra essas mesmas pessoas. O que eles fazem é usar o movimento gay e os homossexuais para implantar a “ditadura do relativismo” e, na sequência, um governo totalitário.

Referências

  1. At 5, 29
  2. Mt 22, 21
  3. Mt 19, 8
  4. Homilia durante Missa “pro Eligendo Romano Pontifice”, 18 de abril de 2005

sábado, 15 de novembro de 2014

O BRASIL E O PT



ATENÇÃO: ESTE VÍDEO EM BREVE SERÁ EDITADO NA PARTE EM QUE MENCIONO O Sr. GEN. PAULO CHAGAS. ELE ME CONTACTOU HÁ POUCO (18/11/2014) E DESMENTE TER FEITO A ANÁLISE POR MIM REFERIDA NO VÍDEO, ATRIBUINDO "ESTE EQUÍVOCO" À "CANALHICE DE NOSSOS INIMIGOS COMUNS".

terça-feira, 11 de novembro de 2014

O BRASIL EM ESTADO TERMINAL

APENAS 9 MINUTOS

- Impressionante a capacidade de síntese, a clareza de argumentação e a visão abrangente e realista do quadro político brasileiro. Um raio X inigualável. Confira ! (A.O.)

O Brasil está em estado terminal, tornando-se um tipo de Venezuela. E você, cego, permitirá?


quinta-feira, 30 de outubro de 2014

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

DIÁLOGOS COM ZYGMUNT BAUMAN

O MUNDO PÓS-MODERNO




Entrevista exclusiva Zygmunt Bauman

O Núcleo de Pesquisa em Estudos Culturais através de produção da CPFL Energia e do Fronteiras do Pensamento têm a honra de apresentar um depoimento exclusivo em vídeo do sociólogo polonês Zygmunt Bauman, gravado em sua casa na cidade de Leeds, Inglaterra, no dia 23 de julho de 2011, pela equipe da CPFL e do Fronteiras.
Bauman nos motivou a encarar um grande desafio contemporâneo: entender as mudanças que o advento da modernidade líquida produz na condição humana. E esse desafio orienta repensamos os velhos conceitos que costumavam cercar as narrativas de nossas vidas.
Aprendemos com Bauman a tratar com rigor conceitual - reconhecendo a fluidez entre os laços, entre os conceitos e os saberes - temas que ainda não haviam conquistado um estatuto acadêmico claro, como o amor, o medo e a felicidade.
Oferecemos a você este vídeo em que Zygmunt Bauman fala de expectativas para o século XXI, internet, a necessidade de construção de políticas globais, a construção de uma nova definição de democracia, entre outros temas.

 

Produção - CPFL e Fronteiras do Pensamento

quarta-feira, 23 de julho de 2014

terça-feira, 24 de junho de 2014

O QUE O PT ESTÁ TRAMANDO?

Tem algo muito estranho...
Reparem nas malas, todas foram compradas na mesma loja com mesmo modelo. Todas novinhas...



O que estará em curso ? Uma unidade paramilitar ? A serviço de quem ?
Para pensar...

sexta-feira, 23 de maio de 2014

STALIN, O TIRANO VERMELHO

Documentário produzido pelo canal M6 francês com o auxílio do historiador especialista em comunismo, Nicolas Werth. Foi lançado em 2007 na França (Staline: le tyran rouge) e na Espanha (TVE2 - Stalin, el tirano rojo) em 2012. Colorizado - áudio em espanhol - qualidade HD.




sexta-feira, 9 de maio de 2014

PALESTRA: A CRISE DA UCRÂNIA E A GEOPOLÍTICA MUNDIAL

PALESTRA IMPERDÍVEL: Ouça para entender a crise não só na Ucrânia, mas como ela afeta todo o mundo e, em especial, o Brasil e a América Latina. MAIS QUE UMA PALESTRA! É UMA AULA PARA COMPREENSÃO GEOPOLÍTICA MUNDIAL !!! (Anatoli Oliynik)

domingo, 27 de abril de 2014

Comunista no litoral norte de SP - PREGA 1º REVOLUÇÃO!!

MÉDICO CUBANO TRABALHANDO NO LITORAL NORTE DE SP.
Façam vista grossa AGORA e verão como essas cobras se reproduzem rapidamente!
Aquela gente simples que se informa pela TV e mais os analfabetos funcionais (os idiotas úteis, nas palavras de Lênin), facilmente são cooptados e convencidos a passar de inexpressivos eleitores inconscientes a uma enorme massa de manobra que acredita poder melhorar de vida tirando dos que têm. A mentalidade cindida chama a isso de 'justiça social'. (WG).

sábado, 26 de abril de 2014

A FRAUDE INTELECTUAL DA REFORMA ORTOGRÁFICA DA LÍNGUA PORTUGUESA

Acompanhem com atenção as sérias denúncias desta entrevista do professor Sidney Silveira com o ex-Lexicógrafo-Chefe da Academia Brasileira de Letras, Sergio De Carvalho Pachá, testemunha ocular de como foi gestado o Acordo Ortográfico que, em 2009, foi impingido ao Brasil, a Portugal e aos demais países lusófonos.(Rodrigo Gurgel).


quinta-feira, 3 de abril de 2014

segunda-feira, 24 de março de 2014

quarta-feira, 12 de março de 2014

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

COMO EDUCAR SEUS FILHOS #8

Caro telespectador:
Carlos Nadalin está de volta com suas fabulosas dicas para a educação infantil.